• - 19 Setembro 2012 -
    Wishlist (and moral dilemas)


    Há exactamente uma semana, enquanto preparava o post de hoje, tive uma daquelas conversas interiores. O post era suposto ser uma wishlist com os meus sapatos preferidos, porque ando numa de calçado. Depois, não conseguindo ignorar todas as mensagens do onze de Setembro que os media e os não-media partilhavam, tive um debate existencial entre o tico e o teco (não tenho de explicar que são os neurónios, certo?)

    Há onze anos (e uma semana), três milhares de pessoas perderam a vida. Três milhares de pessoas que respiravam, comiam e trabalhavam. Todas tinham preocupações, inseguranças e momentos de dúvida. Todas, seguramente, tinham uma opinião, uma certeza, uma felicidade.

    Eu a escolher sapatos e três mil almas a olharem para mim e a pensarem no melhor que estariam a aproveitar a vida. Seria? Parei a wishlist e o resultado ficou no facebook do blogue. Não consegui mais.

    Entre tentativas de adormecer e deambulações imaginárias por Nova Iorque, pensei se seria tudo isto uma futilidade. Tirei a ideia da cabeça. Já tinha chegado, há muito tempo, à conclusão de que esta não é apenas uma indústria fútil. É uma indústria de sonhos, de viver o que se imagina, de passar a real o que mais ninguém tem coragem de passar, de ousadias, de partilhas, de solidariedade e de movimento económico. Todos temos uma voz e a moda é a maneira como a expressamos. Alguns são mais calados, outros berram atitude. É assim em todos os mercados. Precisamos de arte para viver e, na moda, vivemos o que somos e vestimos o que vivemos. Afinal, ninguém ousa chamar fútil a um pintor. Chamam-lhe artista. O que ele faz não tem carácter utilitário absolutamente nenhum, à excepção de todo o potencial de proporcionar felicidade (ou uma outra qualquer reacção) a quem o contempla, mas não é considerado superficial. Nem devia ser.

    As três mil almas não estavam a olhar para mim com desdém. Não me estavam a julgar. De facto, tenho a certeza que tinham mais do que fazer do que olhar para mim. Estavam, sem o saberem e sem me vigiarem, a ajudarem-me. A guiarem-me no caminho que sei querer seguir.

    O importante não é o que conquistamos na vida, mas o que fazemos com essas conquistas. No caso da moda não é um par de sapatos, é onde vamos com eles. Qual o chão que queremos pisar e qual o par de sapatos que vamos usar para o fazer. E esse par é aquele que EU quiser escolher. Aquele para o qual eu olho e digo: nós vamos a Nova Iorque. Para muitas pessoas, não são sapatos. São pessoas, são canetas, são telas. Para todos são sonhos. Para mim, vão ser realizações.

    E se eu tenho de fazer listas dos sapatos que quero vir a ter para me motivar a ser sempre melhor, então que seja. Aos quinze anos também fazia listas com os prós e os contras de um ou outro rapaz. Já encontrei o rapaz, faltam-me os outros sapatos.

    1 Alexander Wang – OUSADIA; 2 Zara – SIMPLICIDADE; 3 H&M – COERÊNCIA; 4 Christian Louboutin – CONQUISTA; 5 Moschino – (IM)PERFEIÇÃO; 6 Topshop – SERENINDADE; 7 Alexander Wang – ABERTURA DE ESPÍRITO; 8 Alexander Wang – SEGURANÇA; 9 ACNE – IMAGINAÇÃO; 10 Christian Louboutin – ELGÂNCIA; 11 Zara – PROFISSIONALIMO; 12 Zara – REALIZAÇÃO

    • Carolina Valentim

      Está um post muito bonito. Bem escrito e “cheio de Catarina Ferreira Pinto”, ou seja, cheio da pessoa que tu és! Gostei de todos os sapatos mas, se tivesse de escolher apenas 3, sem dúvida que levava o número 10 Louboutin (são os meus sapatos de sonho! Vou ter um par desses de certeza!), os Moschino (adorei a cor e o pormenor do laçinho!) e os últimos da Zara (12) . No entanto, nos próximos meses só vão entrar havaianas nestes pés, por isso acho que esta minha wishlist vai ter de esperar que eu volte do Rio de Janeiro em Agosto :)
      Mais uma vez, adorei o post!

    • Catarina Ferreira Pinto

      Oh obrigada querida :) Sim, os louboutin são clássicos! :D Espero que venhas com as havaianas hiper gastas! É bom sinal! As minhas, coitadas, vão ficar no armário!!! (cheias de inveja das tuas =P)

Catarina Ferreira Pinto
Blogging from PORTUGAL. Current in a relationship with fashion styling, bloguing, architecture and chocolate
So email me maybe?
Find me here

bloglovin

Partners
Visitas
ALLURE URBANO NO FACEBOOK
Artigos Populares
j3
Beijos coloridos!

Kiss meeeee out of the bearded barley. Nightlyyyyyy, beside the green, green grass

models
À moda de Vítor Gaspar

Não, não se trata de coscuvilhices sobre o armário do senhor.

jb
Conforto vs estilo

Riscas e padrão animal? Desafio aceite!!

jA
Raios, que está calor

Raios e coriscos!